Recent Posts
Recent Comments
Popular Articles

Como encontrar uma fuga de água e diminuir as contas no final do mês?

Fugas de aguaEstá a gastar demasiadamente com as contas de água? Então, fique atento, porque pode estar a enfrentar uma fuga de água. Ela pode aparecer em tubagens expostas e também naquelas que ficam dentro das paredes, por isso é preciso prestar atenção e checar todos os locais em que há canalizações na sua residência.

Muitas vezes, detectar a avaria é muito simples, veja como:

  1. Cheque as torneiras: pode parecer pouca coisa, mas uma torneira a pingar por todo um mês, certamente irá lhe causar uma fatura alta de água e um grande desperdício. Por isso, cheque todas as torneiras da sua casa para ver se elas não estão a pingar. Outra dica é, deixar a sua casa toda silenciosa, e prestar atenção no barulho. Se está a ouvir pingos, procure um serviço de canalizadores e conserte o problema. Se for o caso, troque a torneira.
  2. Procure por marcas de água: as marcas de água nas paredes e rodapés são indícios muito fortes de que alguma canalização está avariada. Preste atenção em todas as paredes de sua casa e também fique atento a rodapés e locais que possam estar mais escondidos. Procure por sinais de mofo, fungos ou manchas mais escurecidas. Caso a avaria esteja na parte interna da parede, contate imediatamente um canalizador para resolvê-la.
  3. Sanitas e casas de banho: esses são os locais que mais apresentam fugas de água. Observe a sua sanita e tenha certeza de que o dispositivo não está a trabalhar mais do que o normal ou se está a apresentar barulho mesmo sem ninguém a usa-la. Máus cheiros e água que não escorre como deve também é sinal de entupimentos e problemas.
  4. Localize o contador de água: observe se o medidor não está a funcionar mesmo sem que ninguém em casa esteja a usar água. Feche todas as torneiras e aguarde algumas horas, depois volte a observar o contador. Se ele estiver indicando consumo mesmo sem que haja uso dentro da casa, convém que contrate rapidamente uma empresa de detecção de  fugas de água.
  5. Tubagens do reservatório de água: algumas vezes o problema pode estar na tubagem que liga o reservatório de água as outras canalizações. Nesse caso é preciso espionar os canos com uma lanterna em busca de respingos.
  6. Inspecione vãos e pias: esses locais costumam possuir canalizações expostas. Use uma lanterna e procure por gotejamentos que ficam acumulados antes de pingar. Corra os dedos ao longo dessas canalizações e loclize a humidade.
  7. Reveja as instalações: máquinas de lavar roupa e de lavar loiças necessitam de tubagens específicas. Muitas vezes elas acabam avariadas e começam a gotejar. Troque-as assim que notar problemas.

Como economizar água em casa? (2/2)

Se ainda não leu a primeira parte do artigo, clique aqui!

Na lavandaria:

entry_contest_thumbnail– Substitua a máquina de lavar: caso você disponha de uma máquina de lavar roupas muito antiga, pense em trocá-la por modelos mais recentes. O motivo é que as antigas gastam muita água (cerca de 150 a 170 litros por carga). Lembre-se que uma família comum chega a fazer 300 lavagens por ano. Os modelos mais recentes e de alta eficiência usam somente de 55 a 110 litros por lavagem, ou seja, uma economia de 11 a 34 mil litros de água por ano.
– Deixe acumular um pouco de roupa suja: cada vez que você ligar a sua máquina de lavar irá gastar água, então, que tal acumular um pouco mais de peças e usá-la uma vez por semana, por exemplo, ao invés de todos os dias? Além disso, quando for liga-la com poucas peças, não se esqueça de usar no modo e na programação específica, pois, assim o aparelho irá consumir menos electricidade e água.
– Lave menos roupas: às vezes trocamos de peça sem necessidade e colocamos roupas praticamente limpas para serem lavadas. Que tal reconsiderar isso? As toalhas de banho também não precisam ser lavadas quase que diariamente. Ao invés disso, pendure-as no sol para secar, depois do duche.
Na parte externa de casa:

– Instale um contador de água: se você mora em condomínio de casas ou outro tipo de local que não haja um contador de água, coloque o aparelho. Você poderá se surpreender com a quantidade de água que está a gastar mensalmente e, assim, poderá controlar melhor o seu consumo.
– Cubra a piscina: dessa forma você irá evitar que a água se evapore e não necessitará esvaziar e encher a piscina novamente. Faça isso com cautela e apenas em ocasiões realmente necessárias.
– Cronometre o seu uso de água: em lojas especializadas já existem cronómetros para serem instalados em mangueiras, borrifadores e torneiras. Tente deixa-las menos tempo com água a correr. Outra dica é instalar timers em seu sistema de irrigação.
– Lave o automóvel sobre o gramado: use um balde para evitar o desperdício e também produtos de limpeza que dispensam o uso de água. Não se esqueça de lavar seu automóvel com uma frequência menor ou em lava jatos e empresas especializadas que usam menos água do que as lavagens domésticas.
– Reaproveite a água: máquinas de lavar roupas e até aparelhos de ar condicionado podem gerar uma quantidade enorme de água que costuma ser jogada fora. Use-a para limpar o quintal, a garagem, etc.
– Use uma vassoura: ao invés de jogar água para limpar a calçada, use uma vassoura ou um assoprador de folhas para retirar partículas secas.
– Cuide de seu jardim de forma mais eficiente: regue o gramado à noite, pois a água terá mais tempo de ser absorvida sem a acção do sol. Faça regas profundas, mas com frequência menor, como a irrigação por gotas ou com micro-borrifadores.
Mantenha suas canalizações em dia:

– Cheque o funcionamento das torneiras: torneiras a pingar podem gastar muita água e, geralmente, resolver esse problema é muito simples.
– Canalizações furadas ou tubagens rotas devem ser trocadas: fugas de água são sempre uma forma de desperdício. Por isso, mantenha as suas canalizações a funcionar perfeitamente. Se notar algum problema, como uma tubagem rota, um chuveiro a pingar, uma parede húmida ou outros indícios de problema, contacte um canalizador e resolva a avaria.

Fiquem com este vídeo fantástico:

Como economizar água em casa? (1/2)

Como economizar água em casa?

save-water (1)A água é um bem finito. Isso todos sabemos. Mas, as mudanças climáticas pelas quais o mundo vem passando, nos faz ficarmos ainda mais atentos, já que muitos países têm enfrentado problemas de abastecimento e secas históricas.
Para evitar que nossos filhos e netos venham a enfrentar situações ainda mais graves pela falta de água é que devemos começar hoje mesmo a economizar. Além disso, gastar menos água também significa contas menores no final do mês e mais economia.
Ao contrário do que muitas pessoas pensam, economizar água não é muito difícil. Bastam apenas algumas medidas simples e uma mudança de mentalidade.
Dicas para economizar água
Na casa de banho:
-Cuidado ao escovar os dentes: não deixe a torneira aberta durante a sua higiene diária. Apenas ao fechar a torneira enquanto escova os dentes, por exemplo, você irá economizar 1,9 milhão de litros durante toda a sua vida.
– Preste atenção aos duches: não fique muito tempo em baixo do chuveiro. Molhe-se, feche o chuveiro, ensaboe-se e depois abra o chuveiro novamente para se enxaguar. Dessa maneira o seu consumo cairá de 180 para 48 litros por duche. Se você tem por hábito usar a banheira para todos os duches, que tal fazer uma mudança? Ao usar uma banheira você consome mais de 100 litros por banho.
– Instale chuveiros e pias de baixo fluxo: esses dispositivos são económicos e a maioria é fácil de instalar. Eles ajudam a manter a pressão da água e o fluxo homogéneos, além de usar praticamente a metade de água do que os modelos convencionais.
– Transforme sua sanita em um modelo de baixo fluxo: hoje já existem aparelhos destinados a esse fim em lojas especializadas. Esse tipo de sanita usa apenas 6 litros de água (ou menos) quando o autoclismo é accionado.
– Cheque o autoclismo: veja se a válvula está a funcionar correctamente. E, claro, não use a sanita como lixeira. Evite jogar restos de alimento e outros materiais sólidos por ela.
Na cozinha:
– Acumule loiças: antes de ligar a lava loiças ou realizar uma lavagem manual, certifique-se de ter bastante peças. Isso evita o gasto desnecessário de água para pequenas e constantes lavagens.
– Feche a torneira: se você não usa lava loiças, quando estiver a lavar seus pratos, copos e talheres, mantenha a torneira fechada enquanto ensaboa todas as peças. Somente quando for enxágua-las, abra a torneira.
– Limpe antes de lavar: uma dica antiga, mas muito válida. Antes de lavar as loiças, retire o excesso de sujeira dos pratos, copos, talheres e panelas a seco, ou seja, antes de abrir a torneira.

Continua do próximo artigo…